segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

Tantos gostares, que vão classificando como amor...
AMOR DE QUE?
Será que já parou para pensar e descobrir no por que me amou?
AMOR DE QUEM?
Já observou como fivaca aflita por causa de você?
AMAR À QUEM?

Já pensou que talvez sinta tanta dor, que ainda não notamos?
SOFRER POR QUEM?
Se lembra dos versos afins?
SOFREU POR MIM?
Se lembra dos nosso plano de ficarmos bem?
ESCREVE MAIS DE MIM....

Que essa escrita, na verdade também não termina assim!

Andrea Kirkovits

2 comentários:

  1. não sei porque, porque se quer sei
    porque estou vivo,
    mas eu sei que há amor entre as nossas almas.

    ResponderExcluir